• Nélia Duarte

a congeminar

Havia algum tempo que girava em mim uma vontade de fazer animação 2D. Sem contudo me surgir tema, um esboço, uma pequena ideia que fosse. Fiz a entrada para a homepage, mas era pouco.

Aprendi a importância de um storyboard executado em desenho e/ou texto, uma narrativa visual a que se possa recorrer sempre para rectificarmos e seguirmos orientados. Eu sempre tive alguma dificuldade nesta estrutura porque me habituei a ir andando e vendo como vai correndo, ajustar-me às circunstâncias e às dificuldades, contornando aqui, insistindo ali, descobrindo acolá; sentir o entusiasmo que me permite dedicar-me ao que faço passa um bocado pelo resultado que vou experimentando; pela surpresa. E a criação, no meu caso, passa muito por uma coisa levar a outra e essa outra a outra. Portanto o meu storyboard é feito na timeline ou, como é vulgar dizer-se, em cima do joelho.

Foi ao acabar um desenho de uma figura frente a um microfone... [ou melhor, comecei a desenhar uma figura geométrica a que liguei outra e outra, com preenchimento de padrões aleatórios e a ideia de que podia ser um microfone fez-me desenhar uma figura a partir do círculo que passou a ser um olho]... que me surgiu a ideia de arranjar uma BS e animar a figura. E a BS perfeita estava numa cover de Memories por One Voice Children Choir o que acabou por promover o sucesso da animação, não tenho qualquer dúvida. A maior dificuldade foi conseguir algum acerto de movimento com a música ou, pelo menos, desviar a atenção dessa dessincronização, razão pela qual se deu presença ao coro. O que aqui tentei (sem sucesso) foi adaptar a imagem e o movimento à música; com todas as dificuldades, cá está o que começou numa figura geométrica incerta: memories.

Foi já na segunda -4 ESTAÇÕES - que percebi que podia usar várias faixas sonoras ao contrário do que sempre havia pensado ser possível na montagem em PS. E usei-a com efeitos sonoros e um excerto breve da maravilhosa música de Max Richter - November. E foi também com essa estação (Novembro invernoso) que comecei na paisagem onde a árvore domina o espaço.

Neste caso os efeitos sonoros e a BS foram adaptados à imagem e ao movimento, com toda a facilidade que o processo comporta.

Ainda a propósito do título que surge no final, nunca gostei dos 4 concertos do italiano Antonio Vivaldi,'Le quattro stagioni'; o estilo 'barroco' afecta-me negativamente. É demasiado 'vistoso', passe a heresia.

E o futuro? Pois o futuro está garantido num projecto que começou ontem mas precisa de muito trabalho gráfico. O storyboard está alicerçado no ambiente de desenho digital que é onde tudo começa, num ficheiro com o sugestivo nome de ZX não por razão alguma especial mas porque no teclado estão a jeito.

anime, 2D, storyboard, sketch, project, coming

#anime #site #2D #staytune

21 visualizações0 comentário