• Nélia Duarte

livros e web

Estou (ainda) registada numa galeria online (artmajeur) e de quando em quando coloco lá uma foto de uma pintura. O registo, neste momento, é o base porque é gratuito, mas só comporta dez fotos, o que me obriga a apagar sempre uma foto da galeria quando quero colocar outra. De cada vez que coloco um trabalho faço scroll numa lista de trabalhos que selecciono previamente por data e técnica, escolho o óleo quase sempre; fico por ali a deslizar, nalguns demoro-me porque gosto, noutros passo rapidamente os olhos (cravam-se esgares no meu rosto, aposto, é um hábito transparecer) e naquele encadeamento de fotos dos mais variados utilizadores, se a contagem do site está correcta são 146.627, aprece o meu trabalho em foto e é aí que eu posso perceber realmente o quão diferente de tudo (ali) é. E é também nesse momento que eu percebo as pessoas que me falam do traço, o meu traço.  Obrigada a todos os que já o referiram.


Hoje descobri ainda que o twitter, afinal (!), tem bons perfis sobre arte, tudo isto porque googlei "Oskar Kokoschka" e, pela primeira vez em muitas que pesquiso, não fui parar ao pinterest (que me deixa sempre tonta) mas ao twitter.

16, jan, 2019

© Nélia Duarte  

Lagos, Algarve

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey Vimeo Ícone

NÉLIA

DUARTE