• Nélia Duarte

a começar 2019


Ao óleo a que dei o nome "a Serpentina atravessou o rio" seguiu-se, a abrir o novíssimo ano de 2019, uma segunda versão sobre o mesmo conto do Juan Rulfo. Este tem como título "antes da Serpentina atravessar o rio" que o mesmo é dizer, ainda o rio não tinha levado a Serpentina, a vaca de Tacha, que tinha uma orelha branca e outra avermelhada e uns olhos muito bonitos, em boa verdade, e bonitezas aparte, o capitalzinho de Tacha.

É pois uma versão que nos oferece uma narrativa de inserção, e não linear, neste meu novo ano de tintas.


"(...) o meu papá alega que aquilo já não tem remédio. A perigosa é a que fica aqui, a Tacha, que vai como tronco de pinheiro, cresce e cresce e já tem uns princípios de seios que prometem ser como os das suas irmãs: pontiagudos e altos e meio alvoraçados para chamar a atenção.

- Sim - diz -, vai encher os olhos a qualquer um em qualquer sitio que a vejam. E acabará mal; já estou vendo que acabará mal. Essa é a mortificação do meu papá.

||

mi papá alega que aquello ya no tiene remedio. La peligrosa es la que queda aquí, la Tacha, que va como palo de ocote crece y crece y que ya tiene unos comienzos de senos que prometen ser como los de sus hermanas: puntiagudos y altos y medio alborotados para llamar la atención. -Sí -dice-, le llenará los ojos a cualquiera dondequiera que la vean. Y acabará mal; como que estoy viendo que acabará mal. Ésa es la mortificación de mi papá. " (...)


Juan Rulfo, no livro: Planície em chamas (título original: El Llano en Llamas) - é que somos muito pobres | es que somos muy pobres


o óleo anterior a este, neste blog:

a-serpentina-atravessou-o-rio

1, jan, 2019


#artblog #juanrulfo #literatura


23 visualizações
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey Vimeo Ícone

NÉLIA

DUARTE